DESPESAS INCORRIDAS - CONTABILIZAÇÃO


Júlio César Zanluca

 

Como despesas incorridas, entendem-se as relacionadas a uma contraprestação de serviços ou obrigação contratual e que, embora caracterizadas e quantificadas no período-base, nele não tenham sido pagas, por isso figurando o valor respectivo no passivo da entidade.

Segundo o princípio da competência, as receitas e as despesas devem ser incluídas na apuração do resultado do período em que ocorrerem, sempre simultaneamente quando se correlacionarem, independentemente de recebimento ou pagamento.

Portanto, a ocorrência de fato relativo a uma despesa ou custo obriga a contabilização do mesmo, independentemente do seu efetivo pagamento.

Exemplo:

Conta de Luz, do mês de maio, que será paga em junho. Para fins de contabilização, trata-se de despesa incorrida em maio, portanto, deve ser contabilizada neste mês, da seguinte forma:

D - Luz (Custo ou Despesa)
C - Contas a Pagar (Passivo Circulante)

Outro exemplo é a apropriação das provisões de férias e 13º salário, que devem ser efetuadas mensalmente, à medida da sua formação, eis que tratam-se de custos ou despesas que são formados ao longo do tempo, cuja exigibilidade financeira (pagamento) ocorre em função de lei (CLT).

 

Conheça obras relacionadas a este assunto:

A Contabilidade em relação à apuração dos tributos. Análise das contas  contábeis e patrimoniais e dos documentos suporte Atualização garantida por 12 meses! Clique aqui para mais informações.  Conciliações, Controles e Encerramento das Demonstrações Financeiras. Atualizado de acordo com a Lei 11.638 de 28 de dezembro de 2007. Abrange as principais contas contábeis e tópicos que merecem atenção especial no momento da elaboração das demonstrações financeiras. Cada conta é analisada individualmente e traz o detalhamento para a sua conciliação e os controles internos necessários. Clique aqui para mais informações. Guia para implementação das rotinas contábeis segundo o IFRS - padrão contábil internacional - nas PMEs.Empresas que realizam a análise de crédito, instituições financeiras e usuários externos já utilizam e exigem as demonstrações contábeis de acordo com o padrão contábil internacional IFRS - International Financial Reporting Standards.Com linguagem acessível, a obra facilita ao usuário a implementação do IFRS, destacando as principais contas, grupos e demonstrativos contábeis obrigatórios. Clique aqui para mais informações.